Doe agora
21 de setembro, 2023

Superbactérias: um problema microscópico, mas de proporções globais

Nos últimos anos, temos testemunhado uma ameaça crescente à eficácia dos antibióticos e ao tratamento de infecções bacterianas: as superbactérias e o desenvolvimento da resistência antimicrobiana.

Esse fenômeno tem colocado em risco a saúde e o bem-estar da população mundial, gerando preocupações entre profissionais da saúde, pesquisadores e autoridades sanitárias.

Compreender como esse problema microscópico de proporções globais ocorre é essencial para tomar medidas adequadas e enfrentá-lo . Mas afinal,o que são e como se desenvolvem as superbactérias?

O que são superbactérias?

As superbactérias são cepas bacterianas que se tornaram resistentes a vários antibióticos. Essas bactérias adquirem a capacidade de sobreviver e se multiplicar mesmo na presença de medicamentos antimicrobianos, tornando-se mais difíceis de serem eliminadas que as bactérias comuns.

As condições insalubres às quais os animais são expostos diariamente na pecuária,  somadas à superlotação dos ambientes e um uso excessivo de antibióticos  impulsiona o surgimento de superbactérias e a sua disseminação torna-se extremamente facilitada.

Assista aqui ao vídeo produzido pela Alianima e compreenda melhor como as superbactérias surgem e se desenvolvem.

O que é resistência antimicrobiana?

A resistência antimicrobiana é a capacidade dos microorganismos, como bactérias, vírus, fungos e parasitas, de resistir aos efeitos dos antimicrobianos. Isso ocorre quando esses microorganismos sofrem mutações genéticas ou adquirem genes de resistência, tornando-se menos suscetíveis à ação desses medicamentos.

Por ano, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), morrem 700 mil pessoas em decorrência das bactérias resistentes. No Brasil, o número de vítimas chega a 20 mil anuais.

Ela é preocupante porque limita as opções de tratamento disponíveis para combater infecções. Isso significa que doenças que antes eram tratáveis com medicamentos antimicrobianos podem se tornar mais difíceis de serem controladas, resultando em complicações de saúde mais graves, maior risco de propagação para outras pessoas e aumento dos custos de saúde.

O que causa a resistência antimicrobiana?

A resistência antimicrobiana é um fenômeno natural que ocorre devido a mutações ou a transferência de genes de resistência entre bactérias. Entretanto, ela é acelerada pelo uso indevido e excessivo de antibióticos, principalmente na agropecuária e na clínica médica, resultando na seleção de cepas bacterianas resistentes.

Quais são as consequências da resistência antimicrobiana?

A resistência antimicrobiana apresenta consequências significativas para a saúde pública. Infecções causadas por superbactérias são mais difíceis de tratar, resultando em maior morbidade, mortalidade e custos de saúde. Isso limita as opções de tratamento e, infelizmente, não há esforços políticos, econômicos e científicos suficientes voltados para o desenvolvimento de novas moléculas antimicrobianas capazes de combater esses microrganismos..

Além disso, a falta de opções de tratamento eficazes pode comprometer procedimentos médicos importantes, como cirurgias, transplantes de órgãos e tratamentos contra o câncer.

Como podemos prevenir a resistência antimicrobiana?

A prevenção da resistência antimicrobiana requer uma abordagem abrangente. É essencial promover o uso racional de antibióticos,  garantindo a sua prescrição adequada, evitando a automedicação e a interrupção do tratamento antes do estipulado pelo médico. 

Na agropecuária, esses medicamentos só devem ser usados quando associados a boas práticas de manejo, vacinação e higiene dos animais, devendo o uso como promotores de crescimento e/ou para prevenir doenças ser desencorajado.

Além disso, a adoção de práticas de higiene adequadas ajuda a prevenir infecções e a reduzir a disseminação de bactérias resistentes.

Onde adquirir mais informações sobre as superbactérias?

A informação é a chave para nos conscientizarmos . Por isso, elaboramos uma Cartilha com as principais informações sobre o tema, baseada em dados e orientações oficiais atualizadas, para que você possa se unir a nós nessa luta, fazendo melhores escolhas e exigindo, enquanto consumidor, produtos fabricados com responsabilidade e transparência.

Array

Assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas ações

Ao enviar o formulário, eu declaro que estou de acordo com a Política de Privacidade.

doe

A sua colaboração fortalece nossa atuação em prol dos animais.

Doe agora
Imagem: Freepik

Alianima © 2024

Política de Privacidade Política contra Discriminação e Assédio

Desenvolvido por:

Agência Fante - Marketing Digital

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.